HERNIA DIAFRAGMÁTICA EM CÃO

Introdução

O diafragma é um músculo que separa a cavidade torácica da cavidade abdominal. Usamos o termo hérnia para indicar a deslocação de alguns órgãos da sua posição anatómica normal. No caso da hérnia diafragmática alguns órgão abdominais tais como fígado, estomago, intestino deslocamse para a cavidade torácica através de uma abertura no diafragma. As causas mais prováveis são atropelamentos, quedas ou lutas entre cães.

Sintomas

Os sintomas dependem da severidade da rotura e da quantidade de vísceras abdominais no tórax. A dispneia é o distúrbio respiratório mais comum descrito, embora também exista muitas das vezes inquietação, dificuldade em deitar e levantar ou mesmo andar. O início dos sintomas pode ser imediato ou até aparecerem semanas mais tarde.

Diagnostico

A radiografia é imprescindível para confirmação de diagnóstico, a ecografia como diagnóstico complementar de elevada importância. A utilização de radiografia contrastada em trânsito Gastrointestinal é para alguns veterinários a técnica mais utilizada segundo a literatura.

Tratamento

A indicação é cirúrgica para correção da rotura do diafragma com reposição anatómica das vísceras deslocadas, sendo em muitos casos uma situação de prognóstico reservado. As abordagens cirúrgicas mais utilizadas são a laparotomia pela linha média e a toracotomia intercostal, a técnica será determinada pela capacidade de localizar o lado da rotura e a sua cronicidade em relação as aderências torácicas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer contribuir para a discussão?
Sinta-se a vontade para contribuir!

Deixar uma resposta