Artigos

SARNA FELINA – Diagnóstico e Tratamento

O que é e o que causa a Sarna Felina   A Sarna é uma dermatite provocada por ácaros. Existem vários tipos de sarna provocada por diferentes tipos de ácaros. As duas mais comuns em gatos são a sarna otodécica provocada pelo ácaro…

SARNA FELINA – Diagnóstico e Tratamento

O que é e o que causa a Sarna Felina   A Sarna é uma dermatite provocada por ácaros. Existem vários tipos de sarna provocada por diferentes tipos de ácaros. As duas mais comuns em gatos são a sarna otodécica provocada pelo ácaro…

HIGIENE DO SEU CÃO

HIGIENE DO SEU CÃO   Limpeza do pêlo A escovagem do pêlo é importante não apenas por uma questão estética, mas também para a saúde do seu cão. Ao escovar o seu cão, está a promover uma troca mais acelerada dos pêlos (remoção…

Leishmnaniose

Leishmnaniose   A leishmaniose canina é uma patologia parasitária, transmitida exclusivamente pela picada de um insecto, o flebótomo, afetando, principalmente, o cão, se bem que o homem e outros animais selvagens possam ser, igualmente,…

HIGIENE DO GATO

HIGIENE DO SEU GATO   Limpeza do pêlo Os gatos passam parte do dia a lamber-se de forma metódica e meticulosa, garantindo todos os cuidados de higiene fundamentais ao pêlo. Os gatos são muito higiénicos e dedicam sempre algum tempo…

Cardiologia veterinária

  A Cardiologia veterinária é a técnica veterinária que se debruça sobre o estudo do coração. O exame cardíaco reveste-se de elevada importância, já que o coração é um dos órgãos fundamentais para qualquer ser vivo. Ao…

INSUFICIÊNCIA RENAL CRÓNICA EM GATOS

  A insuficiência renal caracteriza-se pela incapacidade dos rins em eliminar resíduos do sangue.   Quando pode aparecer a Insuficiência Renal Crónica em Gatos? A idade para o aparecimento desta doença é muito variável, pode…

Hipertiroidismo em gatos

  Hipertiroidismo em gatos O que é?   Hipertiroidismo é uma doença metabólica causada por uma hiperactividade da glândula tiróide, um órgão encontrado em ambos os lados da traqueia ao nível da base do pescoço. As hormonas…

Geriatria

Os nossos animais com o passar dos anos tornam-se sensíveis a um maior número de doenças, doenças essas, crónicas, apresentando diferentes aspectos clínicos que iremos classificar de seguida:   Doenças do aparelho digestivo A Odontoestomatologia…

HÉRNIA DIAFRAGMÁTICA EM CÃO …

HÉRNIA DIAFRAGMÁTICA EM CÃO By Alexandra Seixas Introdução O diafragma é um músculo que separa a cavidade torácica da cavidade abdominal. Usamos o termo hérnia para indicar a deslocação de alguns órgãos da sua posição anatómica normal. No caso da hérnia diafragmática alguns órgão abdominais tais como fígado, estômago, intestino deslocam-se para a cavidade torácica através de uma abertura no diafragma. As causas mais prováveis são atropelamentos, quedas ou lutas entre cães. Sintomas Os sintomas dependem da severidade da rotura e da quantidade de vísceras abdominais no tórax. A dispneia é o distúrbio respiratório mais comum descrito, embora também exista muitas das vezes inquietação, dificuldade em deitar e levantar ou mesmo andar. O início dos sintomas pode ser imediato ou até aparecerem semanas mais tarde. Diagnostico A radiografia é imprescindível para confirmação de diagnóstico, a ecografia como diagnóstico complementar de elevada importância. A utilização de radiografia contrastada em trânsito gastrointestinal é para alguns veterinários a técnica mais utilizada segundo a literatura. Tratamento A indicação é cirúrgica para correcção da rotura do diafragma com reposição anatómica das vísceras deslocadas, sendo em muitos casos uma situação de prognóstico reservado. As abordagens cirúrgicas mais utilizadas são a laparotomia pela linha média e a toracotomia intercostal, a técnica será determinada pela capacidade de localizar o lado da rotura e a sua cronicidade em relação as aderências torácicas.

A Insuficiência Renal

Os rins assumem um papel primordial no equilíbrio interno do organismo na medida em que são responsáveis pela: Filtração e excreção de substâncias tóxicas; Regulação do equilíbrio hídrico; Produção de determinadas hormonas; …

A minha cadela está à espera de bebés, o que devo fazer?

Autor: Dra Joana Videira A minha cadela está à espera de bebés, o que devo fazer? Em condições normais, o tempo de gestação dos cães é entre 60 a 64 dias. Assim que desconfie que a sua cadela pode estar à espera de cachorrinhos,…